Em Tupi-Guarani, o nome Taiguara significa "Livre, Forro, Senhor de si".

De fortíssimo caráter, Taiguara nunca se preocupou em seguir padrões ou modismos. Taiguara seguiu seu caminho pessoal, quando necessário traçou atalhos e compôs suas próprias normas. A sua vida e obra claramente refletem esta linda busca da eterna liberdade.

Imyra, Tayra, Ipy - Taiguara segue este mesmo princípio. O princípio do livre criar... E foi no re-buscar a origem brasileira que ele criou o novo, com a marca da brasilidade original. Transbordando de criatividade, melodias únicas e arranjos inovadores, o disco é hoje, por muitos, considerado além de seu tempo.

Taiguara - Imyra Tayra Ipy - Cupuaçu Musical

A quem pertence o Cupuaçu?

"A sociedade civil brasileira, representada por organizações não governamentais de Rio Branco, São Paulo e Brasília, a despeito de suas diferenças, distância e de todas as adversidades apontadas pelos incrédulos, sem qualquer apoio governamental, dá início a um périplo internacional contra uma prática tão antiga quanto a história do Brasil, a saber, a apropriação indevida de nosso patrimônio cultural. Em 20 de Março de 1998, a Asahi Foods, empresa de alimentos de Quioto, Japão, registrou, perante o Escritório de Marcas e Patentes do Japão (JPO), a designação “CUPUAÇU” como marca comercial . (...) O nome de um produto é fundamental para seu sucesso econômico; se essa informação fosse equivocada, certamente não pululariam nos quatro cantos do globo casos como os mencionados. O que se deve ter em mente é que no caso CUPUAÇU a disputa tinha como substrato mais do que a titularidade de um nome de origem indígena. Havia em jogo interesses e valores muito mais relevantes: a proteção da imagem do Brasil e de seus produtos no mercado internacional, a supressão de novas barreiras não-tarifárias ao comércio de produtos brasileiros e a proteção de nossa invejável herança cultural de origem amazônica. (...)"

Taiguara - Imyra Tayra Ipy - Cupuaçu Musical

Povos indígenas vem cultivando o Cupuaçu como uma fonte primária de alimento por gerações. E um produto nacional, nascido e cultivado em nossa terra. A história do Cupuaçu e a desta obra carregam certa semelhança. Ambos são patrimônios nacionais, essencialmente almejados, e no caso dos belos poema-canções do Imyra, Tayra, Ipy; somente disponíveis em uma nação localizada em um distante continente asiático.

E preciso que o Brasileiro não perca de vista estas vitórias, e continue a lutar pelo que e seu por direito. Lutar para proteger os recursos naturais que nosso riquíssimo país tem o beneficio de desfrutar, lutar para a preservação de nossas heranças ancestrais e pela dignidade e o orgulho de preservar tudo que e Brasileiro!

Ficha Técnica

Arranjos e orquestrações – *Taiguara Chalar da Silva - **Hermeto Pashoal/ Regência – Wagner Tiso/ Participação especial de – Hermeto Pashoal: flauta e flauta-baixo/ Taiguara – voz, piano, sintetizador, mellotron (flauta)/ Nivaldo Ornellas: sax soprano, tenor, flauta/ Toninho Horta: Violão/ Jacquinho morelembaun: cello/ Novelli: baixo acústico/ Paulinho Braga: bateria, percussão em “três pontas”/ Zé Eduardo: percussão, bateria em “A Volta do Pássaro Ameríndio”/ Ubirajara Silva: bandoneon em “Primeira Bateria”/ Lúcia Morelembaun: harpa/ FLAUTAS: Mauro Senise, Raul Jr., Celso Piccolo - FLAUTA –BAIXO : Celso – OBOES: Braz, Kleber – CAVAQUINHO: Néco – VIBRAFONE: Cláudio – VIOLINOS: Giancarlo Pareschi (spalla), Alfredo Vidal,Maercelo Pompeu Filho, Santino Dias de Lana, José Alves da Silva, Piersanti, Frantisek Bartik, Gentil, Maria Thereza , Robert Aenoud, Cynira,Canabrava, Wilson Theodoro, Otávio Ilha, Pissarenko, Nathércia, Walter Hack, Ricardo Wagner, Faini, Paschoal, Paulo – VIOLAS: Arlindo Penteado, Geza Kiszely, Murillo da Silva Loures, Hindeburgo, Fritz, Stephany – CELLOS: Gehard PeterDauelsberg, Watson Clis, Ana Devos, Ranevsky, Bariola, Alceu, Kubala, Oliani, - BAIXOS: Renato, Sandrino – TROMPAS: Pirolito, Svab, Ary, Toninho - TRONBONES: João Luis (solos), Maciel, Sylvio, Macaxeira – TRUMPETES: Hamilton, Formiga, Murillo, Heraldo, - CLARINETA: Netinho SAX_ALTOS: Netinho,Jorginho – SAX-TENORES: Walter Rosa, Zé Bodega – SAX-BARITONO: Geraldo – VOZES: Lucinha, Malu, Eva, Marizinhz, Novelli, Nivaldo Ornellas, Wagner Tiso./ PRODUÇÂO: Wagner Tiso FOTOS E LAY_OUT DA CAPA: Thomas Michael Lewinsohn DESENHOS: Taiguara DIRETOR ARTÍSTICO: Milton Mirand DIRETOR DE PRODUÇÃORenato Corrêa TÉCNICOS DE GRAVAÇÃO: Toninho, Dacy, Roberto, Serginho TÉCNICO DE REMIXAGEM: Nivaldo Duarte CORTE: Osmar Furtado MONTAGEM: Ladimar

Cupuaçu Musical - Imyra Tayra Ipy - Cupuaçu Musical

(...) E mais uma vez os japoneses passam a perna nos brasileiros no que diz respeito à redescoberta de nossas melhores obras, já que a EMI-Toshiba, interessadíssima nos empoeirados catálogos de nossas multinacionais, relançou o álbum em CD faz algum tempo - incluindo livreto com todas as fotos (...)"

Ricardo Schott

REALIZACAO

Realização Kuarup

A reprodução do conteúdo deste site, sem a devida requisição e subseqüente aprovação, não é permitida. Para requisitar o uso de materiais, favor utilizar o formulário de contato.